– Biatutty's Blog

De fora, parece muito simples a conclusão :)

Coisas que só acontecem comigo – Parte IV 23/11/2009

Filed under: Fofocas — - biatutty :) @ 09:18
Tags: ,

Era mais uma manhã cinza em que meu péssimo humor aflorava, pois bem, levantei pouco disposta mais fui ao centro, na ida sempre tem uma gracinha (lê-se uma pessoa que paga mico na minha frente pra eu torná-lo público) pra eu comentar, dessa vez não poderia ser diferente, mal eu sentei no banco do ponto de ônibus o ônibus veio, entrei e sentei lá no fundão como de costume, o trocador estava lá na frente não demora senta um banco à frente do meu e começa a olhar pra trás direto (crente que estava imperceptível), a cada 5 minutos o cara olhava pra trás, levantava, olhava, ia lá na frente voltava, sentava, olhava pra trás, se desviava de algo que obstruia sua visão de maneira engraçada, ele parecia surfar… hahaa ³, o ônibus encheu daí ele sossegou, eu curiosa olhei pra trás sabendo que o que ele estava observando possivelmente não estaria mais lá, mas fui até o final me virei e… Não vi nada! O vidro traseiro do ônibus estava coberto por um anúncio, logo ele não estava olhando nada, estava disfarçando pra olhar pra minha cara, e eu pensando comigo que o cara estava olhando a paisagem, ou alguma bunda rebolativa e aposto que vocês pensaram o mesmo (e acho que ele também!), disfarçou super mal e pagou mico! hahaha ³ Agora ele é bem burro né? Dispensa explicações! Ou de repente a burra sou eu, ele poderia estar olhando mesmo pra minha cara sem medo de ser feliz e eu que não reparei :x.

Quando eu cheguei no centro, no fiscal mais precisamente, um carinha me filma do lado de fora, a droga o ônibus para, deixando ele na minha direção, eu pensei: “Velho eu conheço esse cara!”, estava olhando só de rabo de olho é lógiiiiico, aí passei o olho rapidinho fingindo que não vi nada nem ninguém e constatei: Era o trocador cafa casado que tentou me dar uns cortes quando eu ainda era uma visitante do meu simpático bairro que me deixa geograficamente desinteressante, OMG cansei!. Fui ao banco, andei mais do que devia e quando eu voltei pra pegar o ônibus ele estava lá e pra minha surpresa ele veio até mim, começou a falar que tinha se separado, enfim, contou o drama da vida dele e eu ouvia pacientemente enquanto esperava o ônibus lotar pra voltar pra casa, ele começou a apelar falando que tinha esperança de ficar comigo, que agora nada impedia mais e talz, ah eu dei uns foras bem brutos e diretos e já ia subindo, quando ele me ofereceu ajuda, hahaha ³ eu não sou nem a chatinha da novela das oito pra precisar de ajuda pra me locomover, qual é?! Disse que não precisava de ajuda pra subir no ônibus, mas para o meu azar a conta que eu fui pagar caiu do meu bolso (estava off fui com as mãos abanando, sim!), ele riu e tacou na minha cara a ajuda que eu dispensei ¬¬*. Ele subiu atrás de mim e disse que ia escolher o melhor lugar do ônibus e me pôs pra sentar (filho da mãe, 10 minutos depois do ônibus sair fiquei com sol na cara), deu um rolo doido lá pro ônibus sair e nessa demora toda tinha dois carinhas sentados juntos um pouco à minha frente do lado oposto ao meu, eles ficaram mechendo comigo, falando gracinhas, mandando beijo, daí o encosto volta dizendo que tinha resolvido tudo, que a gente não precisaria sair do ônibus que entramos errado por erro dele (esqueci de mencionar que de trocador ele virou fiscal, isso mesmo!!!!). Aí ele desceu sacou uma caneta e anotou o telefone dele, eu menti disse que já tinha e dispensei o telefone também, nisso os meninos continuaram mechendo, daí o encosto rebate e diz que eu era namorada dele e não sei o que mais, foi tão engraçado na hora ele falando super sério, e eu só conseguia rir e me indagar porque eu era para-raio de gente doida, e ele com a cara mais armada do mundo me chamando de amor, desceu do ônibus falando que quando eu chegasse em casa que era pra ligar pra ele, foi surreal!! Daí o ônibus saiu e os meninos, o mais pra frente pra dizer a verdade, veio me pedir desculpas, que não imaginava que eu era comprometida e que ele estaria alí, eu ri ainda me recuperando do choque e desmenti como já estava fazendo desde o começo, mas agora com seriedade pro carinha acreditar na minha versão, daí o mais tímido veio pra perto sentou no banco de trás querendo fazer uma amizade e eu cortei disse que não era só a cara que era de poucos amigos, eu realmente não curtia sociabilizar, pelo menos naquele horário, aí ele se mancou e voltou pro lugar de onde ele nunca deveria ter saído, nisso subiu uma mulher com a filha e o pra frente cedeu o lugar e perguntou se poderia sentar comigo, prometendo que ficaria calado (ele já tinha conversado com o ônibus inteiro), mas não cumpriu fomos conversando até ele descer, até marcamos encontro e eu disse que talvez iria e ele disse que ia estar no local marcado.

Obs: Bem gatinho ele **

Anúncios
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s