– Biatutty's Blog

De fora, parece muito simples a conclusão :)

Fugindo das maçãs 10/03/2010

Filed under: Deus — - biatutty :) @ 00:19
Tags: , , , ,

 

Para entender: A maçã, a fruta do pecado, a fruta proibida, o ato do pecado, o pecado.

Preferencialmente leia de mente aberta.

 

 

 

Eu entrei onde eu não poderia entrar e agora meus pés formigam. Eu tentei fugir o tempo todo, mas foi inevitável vencer de um imã, que fortemente me arrastou para cada um dos sete pecados, eu estou na lama, estou dormindo com porcos, estou comendo a mistura deles. Eu andei sem rumo por um caminho onde só há o horizonte pela frente e mesmo que eu olhe para todos os lados eu vejo a mesma coisa, estou andando há horas e vejo a mesma paisagem e meus pés continuam a formigar. Eu parei, eu sentei de maneira que meus glúteos sentiram a ação do sol sobre o asfalto, eu chorei incansávelmente a fim de tentar sanar a minha dor, que foi causada por minha própria culpa, por minha própria fraqueza, eu não escolhi o caminho, deixei que ele me escolhesse, eu levantei, eu reagi, eu suspirei, eu disse a mim mesma que jamais morderia uma maça outra vez, eu prossegui, eu levantei a cabeça como um sinal afirmativo de derrota à minha derrota, mas olhei tanto pra frente que tombei meus pés em uma pedra, eu fui ao chão, eu senti o cheiro, o gosto, contei cada grão de poeira, eu tomei pra mim um sentimento de frustração e ele não divido com ninguém, eu sinto ódio, eu sinto dor, eu não tenho esperança, o meu único amigo é a solidão e existe um outro que eu ignorei, me ajudou, me deu forças, me consolou, atendeu meus inúmeros pedidos, me mostrou onde eu estava errada, me perdoou, me abraçou quando eu mais precisei e eu acabei O trocando por um pedaço dessa fruta. Eu me isolei, eu me arrependi, eu me enganei, eu entendi, eu sofri, eu chorei, eu perdi, eu me entreguei… A todos os bons sabores da vida, todos maquiados, disfarçados, esquematizados pra me envolver, eu me prendi na teia e não tive forças pra sair, mas “Aquele AMIGO” que mencionei estendeu Sua mão e me tirou de lá, mesmo que eu tenha pedido ajuda timidamente, Ele permitiu que eu continuasse caminhando… E não sei exatamente pra onde estou indo nesse momento, eu não sei medir a intensidade dos meus passos, mas sei que quando me oferecerem a maça quero ter forças, garra, determinação pra atirá-la pra bem longe de mim mesmo que ela pareça irresistivelmente muito suculenta.

biatutty.

Anúncios
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s