– Biatutty's Blog

De fora, parece muito simples a conclusão :)

Odeio Pessoas :) 20/04/2012

Uma releitura do post odeio pessoas 😉

Na verdade odiar é pesado demais, mas com toda certeza do mundo eu tenho preguiça das pessoas, em especial as que estão sempre buscando um modo de satisfazer o desejo de outras pessoas e não os próprios, tenho preguiça daqueles que se negam a imaginar suas vidas de todos os ângulos possíveis, morro de preguiça daqueles que agem por impulso, fazem as coisas no calor do momento e muitas vezes até se arrependem de terem feito: Assim como eu! Não que eu aja sempre dessa forma, na verdade eu queria que não houvesse uma regra moral que impedisse que fizessemos aquilo que achamos ser o certo; ou não, mas que pelo menos pudessemos por apenas um dia pirar, perder a cabeça mesmo… Sem sermos julgados!

Eu tenho preguiça de pessoas que além de agirem sem pensar no que vem depois, pensam demais, parecem robotizadas, nunca saem da mesmice porque ainda tem que repensar SOBRE e o que é pior, sempre acabam fazendo o de costume. Porque pensar tanto? Terão tempo demais pra pensar na vida quando estiverem parados no trânsito, organizando as contas a serem pagas com uns dois salários mínimos (se tiver sorte) e agradecendo a Deus por terem um carro do ano (se tiver sorte e dinheiro) e uma casa própria (se tiver muita sorte e muito dinheiro).  Tem que haver um meio termo entre pensar demais e pensar de menos! As pessoas -Inclusive eu- tem que aprender que o “EU” vem sempre em primeiro lugar ainda que as pessoas achem que é egocentrismo, tem que aprender que ainda temos tempo pra decidir o que queremos ser ou o que queremos fazer, que imaginar é uma arte e ela pode ser usada ao nosso favor, pois se assim não fizermos só vai restar mesmo o “que poderia ter sido” e o tempo passa tão rápido e não te avisa, ele não espera por nós!

 

Décima quinta semana 17/07/2011

Filed under: Fofocas — - biatutty :) @ 19:46
Tags: , ,

O que vocês fariam se um dia tivessem que escolher entre dois amores completamente diferentes? Me sinto entre a cruz e a espada, como se eu estivesse que escolher entre dois caminhos, um que eu quero muito ir e outro que eu preciso ir… Pouca coisa mudou entre a décima semana e hoje, só as minhas escolhas que me fizeram definitivamente sair do lugar, eu me mudei pra jacarepaguá, outro ambiente, outras pessoas, outras histórias e acredito que é o começo de tudo aquilo que eu planejei, nada de dividir nada com ninguém, nem espaço, nem aluguel, nem nada que me faça sentir fora do meu ambiente. Preciso de energias positivas porque minha distimia anda atacando…

 

AFAGOS! Até uma próxima. 

 

Direto do Face 02/04/2011

Amiga não resisti… Durante essa madrugada entrei no Face por causa da minha insônia e me deparei com um post muito trágico de uma amiga (cujo o nome foi preservado).

   Meu pai querendo se inserir no mundo virtual.
  - Pronto pai, já fiz seu e-mail. A senha é o número do telefone.
  - Pô, telefone não pode.. não tem como eles pegarem não?
  - Eles quem, pai?
  - Eles!
  - Mas quem são eles?
  - O pessoal do Windows.

Raxei o bico, tudo que eu precisava pra dormir com o maxilar doendo.

 

Micareta, EU SOBREVIVI! 26/02/2011

Me lembro bem, Era uma tarde chuvosa e eu toda me querendo, um arruma daqui e dali que não acabava mais, a galera estava reunida, todos esperando no portão da casa da minha tia (que foi, e se tornou o principal motivo para eu fazer revelações bombásticas de como sua micareta pode se tornar engraçada quando você leva uma tia da meia idade junto com você!) e eu terminando o make. Ficamos uns 10 minutos esperando o ônibus para a RioSampa e nada, e nada e NADA! Estava aflita… Seria minha primeira (e última) micareta (e eu estava indo com um pensamento de não beijar ninguém, a não ser que valhesse a pena) e eu queria muito estar lá, passou uma Kombi vazia, aí aquela mulambada de gente correu pra frente e parou o transporte confortabilissimo (¬¬ foi um sarcasmo) e entramos um por cima do outro mesmo. Quando chegamos um cara muiiiiiiiiiiiiito gato fez sinal, ele ficou o tempo todo num pisca-pisca, quase roubei ele pra enfeite de natal, aí ele começa as investidas, faz psiiiiu, aí minha tia comenta: “_ Caraca mal cheguei e já tô sendo paquerada”, aí eu penso comigo: tá né?! Aí quando eu resolvo olhar – é, porque charme demais principalmente em micareta nem rola – Ele aponta o dedinho pra minha tia, QUERENDO ELA!!!!!!!!!!! Eu e minha prima ficamos chocadas, não por ele querer ela, mas por ela não querer ele, gato mesmo! Daqueles que a gente baba. Aiaiai!

Do lado de fora estava fervendo carros de som, váaaaarias barracas com todo tipo de bebida você só via gente azul por todo lado, pra chegar perto da entrada é um sacrifício se eu soubesse que precisaria de defesa pessoal e da arte de se esquivar teria frequentado as aulas de judô, pra entrar outro sacrificio… Lá dentro as pessoas são felizes, andam de um lado pro outro, se beijam e até transam, isso mesmo! Transam! Um casal estava parado na nossa frente, se beijavam o tempo todo, de repente ele enfia a mão por dentro da bermuda dela e se eu narrar vai parecer mais um conto erótico, minha tia começa a falar em um tom pra eles escutarem: “_ VAI PRA UM MOTEL!”  mais não adiantou, o negócio começou a esquentar – Provavelmente alguém foi falar com os seguranças, todo mundo ficou incomodado (pra você imaginar como estava quente, porque sabe como é micareta ninguém liga pra nada), dois seguranças chegaram perto e conversaram com eles, que sairam de fininho. Esses seguranças voltaram pra onde estavam, eram muitos e formavam uma muralha lá atrás, pertinho de onde estávamos, eu e minha prima ficamos olhando e reparamos um, muitooo gato, aparentemente 23 aninhos por aí, fiquei encarando ele na cara de pau, e ele correspondeu, sorriu e fez um gesto com a mão apontando discretamente pro lado (próximo aos banheiros) e foi pra lá, eu fui atrás com a minha prima não achei ele e voltei, pois bem, nunca mais vi.

Uns caras fortes, bombados passam no nosso meio, minha tia passa a mão em um corpo suado daqueles e explana CANTANDO e GRITANDO assim: “_ QUERO BEIJAR VOCÊ… Ê Ê Ê Ê” em resposta ele rebate “_ Mais eu não quero NÃO NÃO NÃO NÃO NÃO, SAI FORA TIA!” A gente começa a rir, e os amigos do cara zuando ele, minha tia quase fez xixi de tanto que riu, segurou o peito, ficou com o maxilar doendo, tomou um toco e achou very very funny! :/. Passa outro grupinho e me agarra, eu não queria ficar com ninguém, nem pegar sapinho então tentei fugir aí minha tia toda protetora perguntou se ele queria tomar um salavanco, aí foi que o menino foi o primogênito no conceito de pedir permissão para agarrar, e assim fez! Se fosse bonito até que eu beijava, pelo gesto. Ivete cantando lá em cima…

…nego passando a mão na minha bunda, minha prima beijando o atual namorado (acho que a única que arrumou namorado em micareta!) minha tia sumida com a colega (e quando chegou em casa disse que beijou muito,  rs ;*) e muita chuva e lama pra todo lado… A constatação é que  minha prima foi agarrada, eu fui agarrada e até minha tia foi agarrada, não há respeito e nem moral, só uma regra: DIVERSÃO A TODO CUSTO! Desse mundo de micareta posso gritar bem alto:  EU SOBREVIVI!

E não quero passar por isso outra vez, sem cuspir pra cima :D

 

Ladrão bizarro 25/02/2011

Filed under: Humor babaca de graça — - biatutty :) @ 12:22
Tags: , , , , , ,

Declarações absurdas de tão engraçadas…

 

 

 
%d blogueiros gostam disto: